top of page

Attack Charge: Confira as últimas novidades sobre a volta do pit stop na Fórmula E

Com o regulamento atualizado e regras definidas, o pit stop deve acontecer em cinco corridas do calendário de 2024 e o Modo Ataque será mantido



Chamado de Attack Charge, o pit stop está próximo de fazer o seu retorno à Fórmula E. Após a FIA fazer algumas alterações no regulamento esportivo da categoria para se adequar a novidade, a expectativa é que a parada obrigatória para recarga aconteça em cinco etapas do calendário de 2024.


Segundo o que foi estabelecido no Artigo 23.12 d) “não é permitido que pilotos da mesma equipe façam um pit stop duplo. Também não é permitido uma fila com diversos carros na área de pit stop”. As regras servem para evitar que as equipes coloquem os seus pilotos para parar um seguido do outro e que diversos pilotos façam a parada obrigatória ao mesmo tempo.


A recarga rápida será introduzida na 10ª temporada sem substituir o Modo Ataque - potência extra de 50kW que é ativado quando os pilotos passam por sensores que ficam em um ponto específico da pista - e nas corridas em que ambos estiverem disponíveis, os pilotos não poderão ativar o Modo Ataque antes de fazer o pit stop.


Sérgio Sette Câmara, voltando para os boxes durante o E-Prix de Roma

deste ano (foto: Formula E)


Anteriormente, chegou a ser divulgado em alguns veículos de imprensa que os pilotos teriam que ficar por 30 segundos na estação de pit stop até poderem retornar para a pista, mas nas recentes atualizações do regulamento ficou combinado que o tempo mínimo de parada será definido antes do início de cada corrida em comum acordo com as equipes.


O tempo será contado desde o momento em que o carro para no pitlane e o carregador é conectado no veículo até o instante em que o carro se move novamente para voltar à pista.


A FIA e a Fórmula E conduziram diversas simulações de como as paradas de Attack Charge afetariam o fluxo da corridas e, talvez, por conta disso decidiram incluir o pit stop somente em algumas etapas para que eles possam ver o que funciona e o que não funciona antes de expandir para o calendário completo.


Segundo informações do site The Race, as corridas onde devem ocorrer o pit stop são Diriyah, Roma, Berlim, Xangai (que tem chances de entrar no calendário do próximo ano) e Londres. Nos casos de rodada dupla, a dinâmica com pit stop será aplicada somente em uma das corridas.


Entretanto, as cidades ainda não foram confirmadas, porque um anúncio oficial só deve ser realizado após a reunião do Conselho Mundial de Automobilismo da FIA (FIA World Motor Sport Council), que acontece na próxima semana.

0 comentário

Comments


bottom of page